A fábrica que se transformou em casa

Sei que essa notícia já é antiga, mas queria postar muito sobre essa fábrica que fica em Barcelona, Espanha, que foi totalmente transformada pelo arquiteto Ricardo Bofill.

A construção da fábrica de cimento foi concluída em 1975, mas foi abandonada. Recentemente, ela se encontrava parcialmente em ruínas, com mais de 30 silos, galerias subterrâneas, salas de máquinas e um extremo potencial para sua reutilização. Foi o arquiteto Bofill que comprou e começou a reconstrução dos ambientes.

bofill-cement-1-18Ele definiu o espaço demolindo certas estruturas, fazendo a limpeza de cimento, expondo estruturas anteriormente escondidas e criando a arquitetura da paisagem com o plantio de plantas variadas, tais como eucaliptos, palmeiras, oliveiras e ciprestes; os trabalhos de renovação durou quase dois anos.

Seduzido por elementos da contradição e indefinição do espaço fábrica de cimento, Bofill preservou as estruturas básicas e modificou a brutalidade original, esculpindo-o como uma obra de arte. No processo, características surrealistas levantou-se e deu impressão de catedral e janelas do castelo, torres e pátios. Incorporando vários idiomas a partir da história da arquitetura, todos estes elementos mágicos ficar no meio de jardins transformados que foram uma vez que o pátio de uma fábrica de cimento.

Ricardo Bofill atualmente vive e trabalha na fábrica de cimento, uma vez que é o único lugar que ele pode se concentrar, pensar da maneira mais abstrata, e criar projetos com o vocabulário exclusivo de sua arquitetura.

“Para ser um arquiteto significa compreender o espaço, para entender o espaço organizado pelo homem, para decifrar os movimentos e comportamento das pessoas espontâneas, e para detectar as necessidades de mudança que eles podem inconscientemente expressa. É essencial para rastrear estas questões, se quisermos contribuir com o nosso trabalho pessoal para a história da arquitetura. “Ricardo Bofill

Confesso que a casa ficou maravilhosa, mas que deve ter ido muito dinheiro, hehe. Apesar disso, fica a reflexão sobre os espaços perdidos que temos em tantos lugares abandonados que poderiam fazer casas para várias pessoas que hoje moram nas ruas, ou até mesmo para a classe mais rica, que pode reaproveitar esses espaços sem problemas com o custo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s